A Gênese – Resenha da Tradução da 1ª Edição Francesa

A Gênese. Os milagres e as predições segundo o espiritismo;

Autor: Allan Kardec;

Tradução: da 1ª edição, de janeiro de 1868;

Tradutor: Carlos de Brito Imbassahy;

Equipe da Editora: edição e notas, revisão da tradução, revisão final, produção editorial, capa e projeto gráfico;

Páginas: 413.

Editora: Fundação Espírita André Luiz;

Local: São Paulo;

Data: maio de 2018;

Houve a atuação de uma equipe para a edição da presente obra traduzida.

Na Apresentação é transcrita mensagem de São Luís (Paris, 18 de dezembro de 1867); e há comentários sobre o valor e a fidedignidade da obra: O derradeiro e conclusivo livro de Allan Kardec, por Paulo Henrique de Figueiredo; Os fatos e as provas irrefutáveis, por Simoni Privato Goidanich; Obra original, atual e contemporânea, por Marcelo Henrique Teixeira, e, ainda: O direito moral e a garantia da integridade da obra, por Júlio Nogueira. Conta também com um Prefácio de autoria de Paulo Henrique de Figueiredo.

O prefaciador esclarece que não cabe “uma atualização dos conceitos e paradigmas científicos de nosso tempo diante das referências utilizadas por Allan Kardec de obras de seu tempo” e justifica que elaborou “notas explicativas para esclarecer ao leitor as expressões, termos e idéias citadas por Kardec, que pertencem aos paradigmas aceitos em sua época, pelas Ciências oficiais, contextualizando a obra em seu cenário cultural original”. Evidentemente que sem interferir no texto, há muitas notas de rodapé explicativas.

Como se trata da tradução da 1ª edição lançada por Allan Kardec em janeiro de 1868 e cujo conteúdo autorizado pelo Ministério do Interior e depositado na Biblioteca Imperial (Biblioteca Nacional da França) é o mesmo na 2ª, 3ª e 4ª edições publicadas pelo Codificador enquanto encarnado, representa um importante resgate histórico em língua portuguesa. Portanto é diferente das traduções da 5ª edição – “revista, corrigida e ampliada” – registrada e lançada em 1872.

A edição de A gênese, agora disponibilizada pela FEAL recompõe centenas de alterações que foram introduzidas na 5ª edição francesa, desde pontuações e alterações de palavras, a supressões e encaixes de trechos e de itens, com conceitos e redações que não conferem com o estilo de Allan Kardec, gerando em muitos pontos distorções doutrinárias. Como se trata de 1a. edição de uma tradução, naturalmente caberão revisões. Sugerimos que retirem ou refaçam a chamada da capa – “A primeira edição autêntica de Allan Kardec ” -, pois falta clareza e dá margem a várias interpretações; trata-se da tradução de edição francesa autêntica de Kardec, enquanto encarnado, mas, não é a primeira tradução para o português publicada a partir de edições desta obra, feitas por Kardec, pois a Editora CELD publicou a tradução da 4a. edição francesa (mesmo conteúdo da 1a. edição) no ano de 2008.

Pela passagem dos 150 anos do lançamento de A gênese torna-se importante o estudo desta Obra Básica e para os que puderem, procederem à comparação da edição da FEAL com as demais traduções existentes, conferindo com os originais franceses publicados por Kardec, entre janeiro de 1868 e fevereiro de 1869. Estes se encontram facilmente disponíveis, na forma digital, em várias Bibliotecas européias.

O conteúdo trabalhado pelo Codificador no Capítulo 1 de A gênese é fortemente sugestivo para esse procedimento. Sem dúvida, trata-se de uma busca de fidelidade à obra de Allan Kardec.

Para adquirir a Gênese Restaurada da Primeira Edição Francesa, acesse aqui.

Para saber mais sobre o processo de edição e lançamento, acesse nossa playlist no youtube, clicando aqui.

Clique na Imagem e venha para o Grupo Espiritismo Com Kardec, no facebook

Clique na Imagem e venha para o Grupo Espiritismo Com Kardec, no facebook

Natural do Rio de Janeiro (RJ) e radicado há muitos anos em Florianópolis (SC), Marcelo Henrique se tornou espírita em 1981, vindo do catolicismo. É Secretário Executivo da Associação Brasileira de Divulgadores do Espiritismo (ABRADE) e presidente da Associação dos Divulgadores do Espiritismo de Santa Catarina (ADE-SC), assim como do Centro Cultural Espírita Herculano Pires, em São José (SC). Também é delegado da Confederação Espírita Pan-Americana (CEPA), associado da Associação Brasileira de Amigos e Delegados da CEPA (CEPA-Brasil), do Centro de Pesquisa e Documentação Espírita (CP-Doc) e da Associação de Estudos e Pesquisas Espíritas da Paraíba (ASSEPE). Atua, ainda, como representante da ABRADE, no Fórum das Entidades Especializadas de Âmbito Nacional, junto à Federação Espírita Brasileira. É Editor-Chefe da Revista Espírita HARMONIA, um periódico eletrônico e, como escritor e articulista, tem artigos e pesquisas em diversos sites, assim como é autor de “Túnel de Relacionamentos” (Ed. EME) e “Alteridade: a diferença que soma” (Ed. INEDE).

One Reply to “A Gênese – Resenha da Tradução da 1ª Edição Francesa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.