Que seja Segundo o Espiritismo

Em Defesa do Espiritismo Houve um tempo em que se conheceu um homem cuja motivação era a defesa incondicional dos postulados espíritas. Considerando que ele veio a conhecer a Doutrina dos Espíritos na fase de mocidade, foram em torno de quarenta anos, até o desencarne, de atuação firme, segura e inspirada, na divulgação das obras Leia mais… »

O Trinta de Junho e a Crítica da Obra Xavieriana

Se Allan Kardec tivesse sido contemporâneo de Francisco Cândido Xavier, que cenário e que panorama teriam sido, por ele, destacados? Qual a Visão que o Bom Senso Reencarnado Teria do Homem-Amor? É fato que Kardec, a seu tempo, adotou e assumiu um papel que, embora não tivesse qualquer característica de censura e classificação tanto em Leia mais… »

A Gênese – Resenha da Tradução da 1ª Edição Francesa

A Gênese. Os milagres e as predições segundo o espiritismo; Autor: Allan Kardec; Tradução: da 1ª edição, de janeiro de 1868; Tradutor: Carlos de Brito Imbassahy; Equipe da Editora: edição e notas, revisão da tradução, revisão final, produção editorial, capa e projeto gráfico; Páginas: 413. Editora: Fundação Espírita André Luiz; Local: São Paulo; Data: maio Leia mais… »

Você é um Espírita-Raiz?

Você é um Espírita-Raiz? A juventude é uma fase maravilhosa da nossa existência física. O vigor desta etapa permite um dinamismo incrível, capaz de produzir muita coisa boa, útil e importante para as transformações sociais. O jovem é responsável por muitas mudanças de paradigmas, em vários dos campos dos relacionamentos humano-sociais. Um desses exemplos da Leia mais… »

Carlos de Brito Imbassahy, o nosso personagem: A biografia necessária! (*)

  Busco na esteira do tempo o momento em que conheci Carlos de Brito Imbassahy É fato que, antes, de nome, eu já o conhecia, por acompanhar seus artigos em jornais espíritas e por ter compulsado uma ou duas obras de sua autoria. Também associava seu nome ao do pai, Carlos Imbassahy, figura proeminente no Leia mais… »

No Fio da Navalha

Essa curiosa expressão (No Fio da Navalha) pode ter como cenário qualquer dos ambientes em que estivermos inclusos, neste quadrante do espaço-tempo. A equidistância Que nos separa do semelhante pode nos permitir aproximação e distanciamento, entendimento ou repulsa, até mesmo por sobrevivência (tranquilidade). Somos um conjunto de experiências adquiridas que vão moldando o conhecimento individual Leia mais… »

Períodos Espíritas – Fases de Uma Transição Consciente

Períodos Espíritas Com sua personalidade cientifica e alta capacidade para sintetizar conteúdos complexos de forma didática, Allan Kardec reuniu as mensagens dos mentores com os informes recebidos diariamente por cartas de grupos espalhados geograficamente. Aliada a estes dados havia ainda a forte impressão causada pelas seis semanas em que ele empreendeu uma viagem por mais Leia mais… »

A Falta do Espírito Crítico – CRIANÇAS ÍNDIGO

Toda a Verdade Sobre as Crianças Índigo Clique aqui para baixar o arquivo na integra Feito pela Associação Brasileira de Pedagogia Espírita (Que você confere aqui) E de autoria de: Alessandro Cesar Bigheto Dora Incontri Franklin Santana Santos Heloisa Pires Paulo Henrique de Figueiredo Rita Foelker    

E o Galo Cantou!

Antes Mesmo que o Galo Cante Presente na construção histórico-religiosa do Cristianismo, ainda que se considere o componente mítico e místico que envolve a escolha dos Evangelhos Canônicos e a delimitação de oficialidade dos textos neles contidos, o célebre diálogo entre Jesus e Pedro, ecoa pelo curso dos tempos e chega até os nossos dias. Leia mais… »

Espiritismo e o Conceito de Gênero

A Luta A humanidade luta para compreender e aprender a lidar com o conceito de gênero, e a Doutrina Espírita tem muito a contribuir por ter como objeto especial o estudo do elemento espiritual. O espírito, em si, não tem gênero! Mas a evolução do princípio espiritual desde os animais ao ser humano, os gêneros Leia mais… »